Coalizão do bem ou coalizão do mal?

20 de junho de 2021

Juçara Braga

A política de segurança pública bolsonarista praticada no Rio de Janeiro com Wilson Witzel, aquele do “tiro na cabecinha”, e continuada por seu vice (nunca lembro o nome dele) precisa ser parada. As vozes democráticas desse Estado, desse País precisam se fazer ouvir. Não é possível continuarmos nessa inércia diante de tanta desgraça.
Na Covid, temos números absurdos, 500 mil mortos, 21 milhões de pessoas contaminadas em pouco mais de um ano.
Na praça de guerra estabelecida, pelo governador do Rio de Janeiro, nas comunidades, nas favelas, os números surgem esparsos, um aqui, outro ali, com a exceção do Jacarezinho.
Pessoas pobres, a maioria preta, caindo, assassinadas por aqueles a quem delegamos o poder de Estado nas eleições.
Hoje, a família enlutada, devastada é a de Thiago Conceição, 16 anos, um jovem cheio de sonhos, como aqueles que vivem em Ipanema, Leblon e outros bairros nobres da cidade partida.
Thiago não sonha mais porque morreu assassinado em uma operação da Polícia Civil do Rio de Janeiro nesta sexta-feira (18/06/2021) .
Thiago era bandido? Não. Estava na rua? Não. Estava em casa, dentro do quarto, ao lado do violão que aprendia a tocar. No Morro da Fé, no Complexo de Favelas da Penha.
À sociedade atônita, o subsecretário operacional da Polícia Civil do Rio, Rodrigo Oliveira, disse que a polícia não estava naquele local, naquele momento. As imagens feitas por moradores já o desmentiram. A polícia estava ali, sim.
Falta o quê para extirpar esse vírus?

EXPEDIENTE:

Publicação Editoração e Comunicação – CNPJ 13701141/0001- 83; Inscrição Municipal – 43168; Diretor – Domingos M. Oliveira; Jornalista Responsável -Carlos Dei S. Ribas – MTb/RJ 15.173; Conselho Editorial – João Bosco Gomes, Carlos Dei S. Ribas, Juçara Braga, Domingos M. Oliveira; Telefone – (24) 3371-9082  –  WhatsApp (24) 99972-1228; Email: flitoral@paraty.com ; Inscreva-se no nosso Canal no Youtube: @Flitoral 

** As opiniões nos artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não expressam necessariamente a opinião do jornal.

Folha do Litoral Costa Verde