Marcelo Ganem e a Casa de Cultura Jonas & Pilar

25 de julho de 2020

O resgate da autoestima local e a valorização da cultura motivaram o músico, cantor e compositor, Marcelo Sanjuan Ganem, apaixonado pela preservação do meio ambiente, a sonhar, junto com sua família e amigos próximos, com uma cidade que se orgulhasse de sua gente. Assim surgiu a ideia de transformar a sua residência de infância em um centro de cultura, fazendo germinar a Casa de Cultura Jonas & Pilar.

O município destacou-se culturalmente para toda a Bahia, com a efervescência cultural entre o final dos anos 1970 e meados dos anos 1990. Posteriormente desacelerou sua verve artístico-cultural, e com o extermínio das lavouras cacaueiras pela praga “vassoura da bruxa”, (anos 1990), declínio socioeconômico, viu desabar as produções culturais e a autoestima da população.

O Instituto Macuco Jequitibá nasce neste cenário, ressurgindo em 2012, com a proposta de atuar nas áreas de Cidadania, Cultura e Artes. De lá para cá, o vem trabalhado ativamente com projetos de fiscalização e de educação ambiental da população, assim como devolvendo a autoestima do seu povo.

Tudo isto, através de produções culturais diversas, fomentando o fortalecimento e surgimento de novos grupos de teatro, dança, capoeira, de produção artesanal e da gastronomia local e regional. Além de promover o intercâmbio cultural, abrigando espetáculos de outras regiões sob a batuta do ator, jornalista e diretor artístico Gideon Rosa, e mais nomes que compõem esta equipe que faz acontecer como: Rafael Guirra (Diretor Presidente), Laura Ganem (Coordenadora), Anderson Guimarães (Diretor de Teatro), Cristiane Santana (Produtora Executiva), Admilson Reis (Instrutor de Capoeira), Lucas Rosário (Monitor do Cineclube), Lane Fonseca (Assessora de Comunicação), dentre tantos outros.

Folha do Litoral Costa Verde