OFFflip OBS – Cultura e Biodiversidade

26 de junho de 2021

Moedas Locais

Estas incríveis Moedas Locais – nos dá a percepção de quem vive na comunidade: que os cidadãos estão comprometidos com o desenvolvimento local, de forma sustentável e integrada; que bens e serviços estão realmente comprometidos com a localidade. Daí podemos afirmar que esta nossa moeda, ainda que não oficial, vale mais que dólares, euros, libras, porque o nosso lastro não é ouro, mas os caminhos de ouro que nos levam ao Centro Histórico, à Casa da Cultura, cachoeiras, rios, praias, Mata Atlântica, Ilha Grande, Estância Climática de Cunha e ao cheiro e sabor da Cultura e Biodiversidade.

Invista nesse projeto e concorra a uma cesta OBS cheia de produtos locais. Compartilhe esta pagina na sua rede social .
“OFF FLIP OBS – O Básico da Sexta, Cultura e Biodiversidade”

Comemorando os 361 anos do Caminho do Ouro, os 50 anos do Parque Nacional da Serra do Bocaina – PNSB e os 26 anos do Flitoral, no contexto do reconhecimento pela UNESCO de ‘Paraty e Ilha Grande, Patrimônio Mundial’, a OFF FLIP, em sua 17ª edição, realizará, de 18 a 21 de agosto, o evento “OFF FLIP OBS – O Básico da Sexta, Cultura e Biodiversidade”, com transmissão ao vivo das tradicionais rodas de conversas, apresentações musicais, saraus, etc, deste Circuito Paralelo de Ideias, para promover um respiro poético em meio ao isolamento social, abrindo novas perspectivas para os Artistas, Produtores Culturais, Produtores Rurais, Chefs da Gastronomia Sustentável e Paraty Cidade Criativa pela Gastronomia, Receptivo de Turismo e o fortalecimento dos negócios e dos projetos de Moedas Locais, desenvolvidos nestes últimos 26 anos pelo Jornal Folha do Litoral, Agenda 21/2030 de Paraty e rede de parceiros.

Além da tradicional programação multicultural, a OFF FLIP “OBS Cultura e Biodiversidade 2021” terá como objetivo promover o Sítio Misto Paraty e Ilha Grande Patrimônio Mundial e as Moedas Locais da região – Paraty, Cunha e Angra dos Reis, com as apresentações musicais do projeto “O Canto da Mata” e “Paraty é o Meu Peixe”, transmitido ao vivo, direto da Pedra da Macela, no dia 21, comemorando os 50 anos do PNSB.

*Com base no Agroecoturismo, o planejamento estratégico do Fórum DLIS de 2000 foi o marco referencial do processo de criação e promoção dos projetos que, conceitualmente, potencializam as moedas locais do município de Paraty e região. Entre os projetos destacam-se: Revitalização do Caminho do Ouro, Gastronomia Sustentável – Paraty Cidade Criativa na Gastronomia, IG da Cachaça, Vivência Paraty e o PROVE Costa Verde, com o Programa de Educação Ambiental – ‘Não Jogue seu óleo pelo ralo’, que se traduz no ICMS – Ecológico do RJ, chancelados pelo Passaporte Verde na Rio +20.
*Moeda local (Editorial Folha do Litoral – Fórum DLIS Paraty moeda local, moeda global fl 51- 2004)

Invista nesse projeto e concorra a uma cesta OBS cheia de produtos locais. Compartilhe esta pagina na sua rede social .

Folha do Litoral Costa Verde