Reestruturação do PROVE

7 de julho de 2021


O Programa Estadual de Destinação de óleos Vegetais – PROVE foi reativado, em 29 de junho de 2021, pela Secretaria Estadual do Ambiente e Sustentabilidade – SEAS, em conjunto com o Instituto Estatual do Ambiente – INEA e parceria com a Federação de Cooperativas de Catadores de Materiais Recicláveis – Febracon , em evento de inauguração das instalações para beneficiamento do óleo vegetal usado, na Praia de Ramos, cedidas pelo INEA à Federação, através de convênio, que também disponibilizará veículos para a coleta do óleo.

O evento foi aberto por Thiago Pampolha, Secretário do Ambiente e Sustentabilidade que, agradecendo a participação de todos, destacou a presença de seu amigo parceiro Rodrigo Vizeu, Carlinhos da Maré, Domingos Oliveira representando o Comitê de Bacias da Ilha Grande, Agenda 21 Paraty e Igor Correia – ouvidor de Maricá.

Pampolha disse que a reestruturação do PROVE só será possível com a colaboração de todos e que lançar mais um programa na agenda ambiental do mês do meio ambiente é um pacto que fazemos, pois de nada adianta o secretário estender a mão sem que os beneficiários, que fazem parte desse processo, tomem posse dessas benfeitorias e/ou não ajudem a fazer isso funcionar, acrescentando que esse é o marco que depende da contribuição de todos para fazer dar certo. “Portanto, eu queria mais do que parabenizar, convocar todos vocês para a gente construir uma nova história no Estado do Rio de Janeiro, no que tange à sustentabilidade e à produção de riqueza, a partir dos resíduos, que não são lixo, são dinheiro. Meu muito obrigado e parabéns a todos!”, concluiu.

Dando continuidade ao evento, Philipe Campello, presidente do INEA , observou que, além a infraestrutura, é muito importante ajudar a Febracon na construção de um Plano de Negócio Sustentável, para que os catadores e as cooperativas possam sozinhos manterem essa linda história. Citando Angra dos Reis, Paraty e Rio Claro, destacou a manutenção do PROVE – Costa Verde com mais de um milhão de litros de óleo beneficiado nesses últimos 12 anos, e que é muito importante continuar esse processo.

Campello também informou que o PROVE é um dos poucos programas que consegue abarcar os quatro pilares da sustentabilidade: ambiental, social, financeira e política institucional, porque tira do meio ambiente o óleo que seria descartado inadequadamente; socialmente ajuda as pessoas; financeiramente, as cidades (ICMS Ecológico); e, por ser feito com a participação do estado e da sociedade civil, possibilita a consolidação desse programa (Prove). “Então é muito importante que esse programa continue, se perpetue e possa contar com o INEA, com a SAES e com o Governo do Estado, que a gente estará ajudando, fazendo o que for possível para sua continuidade”, finalizou.

Sérgio Mantovani, sub secretário da SEAS, em mensagem à Costa Verde, parabenizou Paraty, Angra dos Reis e Rio Claro por não terem parado as atividades do PROVE durante o tempo que o INEA andou ausente, salientando que “a Secretaria de Estado através da subsecretaria de Saneamento e como subsecretário gostaria de continuar apoiando a todos nessa iniciativa tão bela. Um abraço e muito obrigado!”

Márcio Carvalho, presidente da Febracon, enfatizou a satisfação com a retomada do PROVE , em parceria com a SEAS e INEA. Agradeceu ao pessoal da Costa Verde: Paraty, Angra dos Reis e Rio Claro que sustentou o PROVE nessa pandemia durante o tempo que foi paralisado, e que agora o objetivo é transformar o PROVE, não só apenas reciclar e coletar o óleo de fritura, mas sim reciclar comportamento, e cultura, expandindo-o para todos municípios do Estado do Rio de Janeiro, com essa nova gestão, com a tecnologia, com um site, com aplicativo e informações diárias online. “Agradeço Domingos Oliveira e Ladjane Silva da região da Costa Verde, muito obrigado pela presença de vocês”, complementou.

Ladjane Silva – Cooperativa Serra do Mar  e Diretora Fiscal da Febracon disse que estava no evento de retomada do programa do PROVE+ representando o PROVE Costa Verde. Enfatizou que o  ponto mais importante dessa retomada foi a assinatura do Termo de Parceria entre a SEAS, INEA e Febracon, pois vai reforçar a questão da fiscalização com a retomada das certificações das cooperativas pelo PROVE.
“Fomos  parabenizados por termos mantido a campanha do PROVE Costa Verde nesse período de pandemia,  então continuemos com nosso trabalho,  porque a campanha  só chegou a esse ponto de reconhecimento com a participação de todos”, destacou.

Vídeo da campanha PROVE Costa Verde

  1. FEBRACOM-FEDERACAO DAS COOP.DE CATADORES DE MAT.RECICLAVEL, RECUP.,CONS.AMBIENTAL, TRAT.MANIP.DE RESID.SOLIDOS RJ
  2. OBJETIVO GERAL

Realizar a Gestão Integrada do PROVE organizando um sistema eficiente de logística de coleta e agregação de valor do Óleo de Gorduras Residuais – OGR, atendendo aos requisitos legais vigentes, gerando resultados socioambientais em consonância com os princípios ESG (Environmental, Social and Governance)..

  1. OBJETIVOS ESPECÍFICOS
  • Realizar a Coleta do OGR – Óleo de Gorduras Residuais gerados pelos estabelecimentos e consumidores  agregando valor junto as cooperativas, retonando ao ciclo produtivo e possibilitando uma ação de economia circular.
  •  Implementar ações integradas de comunicação e educação ambiental junto a clientes e funcionários da rede geradora de OGR;
  • Disponibilizar tecnologia digital de coleta de OGR, permitindo o rastreamento de toda a operação  logística por parte do gerador do OGR .
  • Implementar Certificação PROVE lastreada em tecnologia QRCODE para os geradores do OGR e para as cooperativas integrantes do projeto
  • Realizar ações de treinamento dos funcionários das empresas geradoras voltado para a adequada separação e acondicionamento do OGR.
  • Levantar, monitorar e analisar KPI´s/Resultados Socioambientais do projeto PROVE gerando dados sobre recursos naturais poupados e postos de trabalho gerados com a iniciativa possíveis de serem acompanhados em tempo real, através do Reciclometro.

EXPEDIENTE:

Publicação Editoração e Comunicação – CNPJ 13701141/0001- 83; Inscrição Municipal – 43168; Diretor – Domingos M. Oliveira; Jornalista Responsável -Carlos Dei S. Ribas – MTb/RJ 15.173; Conselho Editorial – João Bosco Gomes, Carlos Dei S. Ribas, Juçara Braga, Domingos M. Oliveira; Telefone – (24) 3371-9082  –  WhatsApp (24) 99972-1228; Email: flitoral@paraty.com ; Inscreva-se no nosso Canal no Youtube: @Flitoral 

** As opiniões nos artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não expressam necessariamente a opinião do jornal.

Folha do Litoral Costa Verde