“Romeu e Julieta” no Projeto CLÁSSICOS DO TEATRO, criado por Mariozinho Telles

24 de julho de 2020

 – Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz 2006 –

“… e o amor, mais forte do que o ódio sepultou o ódio na morte”.

Há 14 anos no repertório da Cia. Teatro de Roda, a mais famosa peça de William Shakespeare, “Romeu e Julieta”, com direção de Mariozinho Telles, idealizador do Projeto Clássicos do Teatro, atualmente está sob a supervisão de Maria Rita Rezende – sua companheira de vida e de palco.

Essa roda de conversa analisará o processo de criação do projeto e de montagem desse espetáculo que se dirige à juventude, abordando, principalmente, o tratamento dispensado às questões do amor e a violência como formas de expressão existencial; o resgate Julieta Capuleto do bálsamo romântico da inocência e da submissão, para revelá-la como um ícone libertário, íntegro e coerente.

Em abordagem contemporânea, traz intenções coloquiais, poéticas e, ao mesmo tempo, grandiloquentes; é ambientado na vida atual do Rio de Janeiro, onde o conflito entre Montecchios e Capuletos localiza seus personagens nas tribos e nos grupos da população desta cidade; preservando a beleza dos versos de Shakespeare na tradução irretocável do poeta Onestaldo de Pennafort e a direção astuta de Mariozinho Telles, fala na linguagem direta do Rap e do HipHop com sotaque carioca.

A mesa será composta por Maria Rita Rezende (também do elenco) que, ao longo dos anos, trabalhou intensa e visceralmente com Mariozinho Telles no desenvolvimento da linguagem do Teatro de Roda e, hoje, dá continuidade a este trabalho. A mediação será do ator Lenilson de Mello (elenco) e participação de todo o elenco da peça: Roberta Mancuso, Karina Diniz, Guilherme Salvador, Luciana Albertin, Mario Meirelles, Lucia Farias, Patrick Salerno, Carolina Bento, Fábio de Lima.

Folha do Litoral Costa Verde