Território Caiçara, nosso Patrimônio Mundial

25 de julho de 2020

A comunidade de São Gonçalo, de Paraty, remanejada violentamente da sua  área original, que ficava na praia São Gonçalinho para uma área mais interior pela então fazenda da White Martins, atualmente luta pela sua permanência e sobrevivência  como comunidade caiçara, através do projeto de Turismo de Base Comunitária – Vivência São Gonçalo.

Recentemente a comunidade foi surpreendida com as denúncias sobre a construção de ranchões na praia de São Gonçalo, que servem de base para pescadores e barqueiros que vivem do turismo, feita por um cidadão que desconhece a história das comunidades e a ética da comunicação e do direito civil de garantir o direto de resposta de quem está sendo acusado. Entretanto, fica a impressão de que este cidadão usa da facilidade das mídias sociais para sua autopromoção política, em função das próximas eleições.

Dando foz à comunidade de São Gonçalo, esta mesa da Off Flip Transviral – Cultura e Biodiversidade será composta por Vagno Martins – liderança Caiçara, membro do Fórum de Comunidades Tradicionais, articulador do Projeto de Turismo de Base Comunitária  – Vívência  São Gonçalo,  ex- presidente do Comamp (Conselho Municipal de Associações de Moradores de Paraty) e, como convidada  especial, a jovem  Ísis Ayres da Cruz – membro do Núcleo Jovem do Fórum de Comunidades Tradicionais (Paraty-Angra-Ubatuba) e Guia Local com o Coletivo de Turismo de Base Comunitária.

Folha do Litoral Costa Verde