Carta ao Planeta

5 de junho de 2020



Severino Honorato

Senhor Planeta perdão
Pela culpa que carrego
Por poluir toda a Terra
E ainda inflar meu ego
Durmo e acordo tranquilo
Sempre cada vez mais cego.

Mil perdões por te fazer
Duma lixeira gigante
No entanto, achar que sou
Um ser de mente brilhante
Desculpa, perdão por isso,
Porque sou um arrogante.
Perdão por disseminar


Mentiras e falsidades
Eu descobri tudo o quanto
Gozando das liberdades
Mas encontrei no humano
Um pacote de maldades.
Não há segredo que faça


Me livrar do crime insano
Do devastar a Floresta
Nem poluir do Oceano
Rogo clemência ao pedir
Direito a viver de engano.
Desviai-me do orgulho


Livrai-me da ambição
Me permiti novo ser
Despistai a ingratidão
Porque é disto que vivo
Sem país e sem Nação.

Severino: Dados bancários: Bradesco –
Conta Corrente: 0084576 0 AG: 7101 3
Caixa Econômica Federal – Conta Poupança:
00010144-2 AG: 3307
Severino Manoel Honorato
Severino: Correio eletrônico: ds.honorato1@gmail.com Facebook: Severino Honorato
tel.: 21 9 6938-5444

Folha do Litoral Costa Verde