Abertura OFFflip Transviral Cultura e Biodiversidade

21 de julho de 2020

A abertura da OffFlip Transviral – Cultura e Biodiversidade, uma homenagem in memorian a Carolina Maria de Jesus e Maria Auxiliadora Dabella, tem a honra de contar com um grupo de mulheres transcendentais e curadoras das artes: tecnológicas, literárias, gastronômicas, ecopedagógicas, cênicas e musicais, orquestrado pela força quântica do mátrio poder de nos curar e reconduzir para além da era do pós Covid-19, pelos caminhos da ‘biologia do conhecimento do conhecimento’, iluminados pela ética da solidariedade.

A roda de conversa, por meio digital, mediada por Lia Capovilla, diretora do Núcleo Paraty, tem como convidadas: Belita Cermelli (diretora do Programa Educativo da Flip,) Gislana Peçanha (autora do livro Delícias de Paraty – Sabores e Saberes), Maria Rita (atriz – Grupo Teatro de Roda), Aline Gaglia (secretária do DLIS- Agenda 21 de Paraty) e Karina Braz (cantora e compositora caiçara).

Comemorando seu 16º aniversário e para não deixar a data passar em branco, a OFF Flip realizará de 29 de julho a 1 de agosto a ‘Offflip Transviral, com rodas de conversas, apresentações musicais, saraus, etc, deste circuito paralelo de ideias, para promover um respiro poético em meio ao isolamento social, abrindo discussões sobre como Artistas, Produtores Culturais, Produtores Rurais, Chefs da Gastronomia Sustentável, Receptivo de Turismo, empresas, instituições, a prefeitura e a comunidade estão encarando e buscando alternativas para esta indesejável realidade.
E assim, alimentamos a esperança da realização presencial da nossa 18ª Festa Literária Internacional de Paraty – FLIP, com a participação da OFFflip e todos os eventos paralelos, em novembro

OBS.: Sem alimentar ilusões, queremos deixar claro que essa nova experiência está calcada no fio da “Ariadne digital”. Portanto, será uma grande rodada de conversas nas plataformas digitais, devido à impossibilidade do olho no olho, calor do abraço, conversa tête-à-tête, aglomeração. Se der algum “bug”, ‘tilte’, em algum momento, pedimos paciência. E retornemos à conversa.

PROGRAMAÇÃO

 29/07 (Quarta-feira)

 19h – Abertura

Roda de conversa, mediada por Lia Capovilla – diretora do Núcleo Paraty, tem como convidadas: Belita Cermelli – diretora do Programa Educativo da Flip, do Núcleo Paraty, Gislana Peçanha – autora do livro Delícias de Paraty – Sabores e Saberes, Maria Rita – atriz e diretora do Grupo Teatro de Roda, Aline Gaglia – secretária do DLIS- Agenda 21 de Paraty e Karina Braz – cantora e compositora caiçara;

20h – Karina Braz – cantora e compositora caiçara/apresentação;

30/07 – (Quinta-feira)

15h – Poesia Brasileira dos anos 1980

A Poesia Brasileira dos anos 1980 – Arte e política nos anos 1980; As heranças artísticas dos anos 1960/70; O boom da poesia nos anos 1980: “Poesia Verbalista  Urbana” – a poesia em shows, recitais, em recintos ou em espaços públicos, etc, serão debatidos pelos poetas, escritores, pesquisadores, professores: Marcelo Mourão, Sady Bianchin, Douglas de Almeida, Margareth Castanheiro, Sérgio Alves, Tchello d’Barros, Tiago Oliveira, Victor Colonna;

17h – A diversidade da poesia baiana

Um tema que abordará os fazeres poéticos na contemporaneidade a partir da diversidade existente na Bahia.

Gabriel Nascimento, professor da Universidade Federal do Sul da Bahia; Doutor em Linguística pela Universidade de São Paulo, foi Visiting Scholar na universidade da Pensilvânia, Estados Unidos; É autor do Livro “Racismo Línguístico: os subterrâneos da linguagem e do racismo”, além de diversos livros de poesia e vários artigos em periódicos especializados.

Verônica de Souza Santos, professora de língua portuguesa da rede federal e doutoranda em Língua e Cultura pela Universidade Federal da Bahia; É membro da Academia de Letras de Porto Seguro e da Organização Universal Zulu Nation – Nova York; Pesquisadora da leitura e escrita de mulheres e homens negros.

Ivan de Almeida; Jornalista, poeta e editor; Fundador da Cogito Editora e organizador geral do projeto Bardos Baianos.

Geraldo Lavinge de Lemos; Advogado e poeta; Membro da Academia de Letras de Ilhéus; Autor de seis livros; foi parecerista ad hoc da Editus (Editora da Universidade Estadual de Santa Cruz) e membro de comissão julgadora de concursos literários.

Tiago Oliveira, neto do poeta Nestor Oliveira; Fundador do projeto Poesia em Trânsito; Autor de diversos livros infantis; Membro da Academia de Letras (Brasil/Suíça).

Magnus Vieira; Poeta e Gestor Cultural (UESC), graduando em Comunicação Social – Rádio e TV (UESC); Coordenador no projeto Bardos Baianos, no território Costa do Descobrimento;

18h – ICMS Ecológico e Agenda 21/2030

 Com o objetivo de avaliar a importância do ICMS Ecológico para reestruturação do Sistema Municipal do Meio Ambiente, esta roda de conversa tem como convidados especiais: Emiliano De Angelis Reis (Mestre em Ciências Biológicas e pós-graduado em Gestão Pública, atualmente atua como Coordenador do ICMS Ecológico do Estado do Rio de Janeiro, na SEAS; Michel Shutte (mestrado em Ciências Ambientais e Florestais e Coordenador da Agenda 21 de Paraty), e Carlos Fernando Andrade (professor, Doutor em Biologia/UNIcamp);

19h – Carolina Maria de Jesus – Além do Quarto de Despejo

Uma das primeiras escritoras negras do Brasil, considerada uma das mais importantes do país, Carolina Maria de Jesus é a homenageada e é o tema da OffFlip Transviral, nessa roda de conversa.

Mesa Composta por: Wilza Dedé Nunes (Pedagoga/PUC-SP), Raffaella Fernandez (Pesquisadora e Dra. em Teoria em Literária/Unicamp), Vera Eunice Lima de Jesus (filha de Carolina de Jesus e Professora), Amanda Crispim (Mestra em Estudos Literários/UFMG), Fernanda Miranda (Mestra e Doutora em Letras/USP), Fernanda Felisberto. (Dra. pelo Programa de Literatura Comparada/Uerj);

20h – Patrimônio da Humanidade, Agenda 21 de Paraty / ODS 2030

O objetivo desta roda de conversa é fazer uma leitura sobre Planejamento Estratégico desenvolvido pelo Fórum DLIS – Agenda 21 de Paraty nesses últimos 20 anos, tendo como referência os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 como parte do processo de elaboração do Plano de Gestão deste pleito.

Mesa: Candice Ballester – chefe da Divisão de Reconhecimento Internacional de Bens Patrimoniais do IPHAN;

Mário Douglas – chefe do Parque Nacional da Serra da Bocaina,

Catarina Esposito – advogada ambientalista, urbanista e ex-Diretora Executiva da Agenda 21 de Paraty;

Cristina Maseda – secretária de Cultura de Paraty

Mário Reis – secretário do Ambiente de Angra dos Reis;

21h – “Romeu e Julieta” no Projeto CLÁSSICOS DO TEATRO, criado por Mariozinho Telles

Há 14 anos no repertório da Cia. Teatro de Roda, a mais famosa peça de William Shakespeare, “Romeu e Julieta”, com direção de Mariozinho Telles, idealizador do Projeto Clássicos do Teatro, atualmente está sob a supervisão de Maria Rita Rezende – sua companheira de vida e de palco.

Essa roda de conversa analisará o processo de criação do projeto e de montagem desse espetáculo que se dirige à juventude, abordando, principalmente, o tratamento dispensado às questões do amor e a violência como formas de expressão existencial com participação do elenco;

 

 

31/07 (Sexta-feira)

 15h – Encontro de Saraus Rio On

Integração entre artistas independentes, grupos e coletivos culturais, divulgação de obras literárias, de poetas e de artistas que atuam com linguagens e formatos diversos. Participam os saraus cariocas APPERJ (Associação Profissional de Poetas no Estado do Rio de Janeiro), poetas – Jorge Ventura, Maria do Carmo Bomfim, Celi Luz, Marvin Bernardo; Balcão Poético (Coletivo CEU), poetas – Mano Melo, Margareth Castanheiro, Luiz Machado, Edu Planchêz, Dei Ribas;  Fio MultiCultural (Fio Cultural Produções): Polem, Poetas José Henrique Calazans Marcelo Mourão, Carla Carnevala;  Ratos Di Versos,  poetas  Dalberto Gomes, Marisa Vieira, Dan Juan Nissan; UBE/RJ (União Brasileira de Escritores/RJ);

 

17h – Geopoética Chico Livino

 

Analista ambiental do ICMBio, Chico Livino foi gestor do Parque Nacional da Serra da Bocaina por quase 10 anos (2008/2017). Poeta, desenhista e compositor, além de arquiteto por formação, Livino está concluindo mestrado em Ecoturismo e Conservação pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO);

18h – Agricultura Local e Segurança Alimentar

Esta roda de conversa busca enxergar alternativas para a segurança alimentar da região, em tempos de crise econômicas e pandemia.

A mesa será mediada por Geise Assis Mascarenhas – representante do Brasil na Comissão de Equidade de Gênero do Meio Rural (CEG) e da Reunião Especializada da Agricultura Familiar do Mercosul,  e terá como convidados especiais: Lautaro Viscay – secretário Técnico da Reunião Especializada em Agricultura Familiar do Mercosul (REAF-Mercosul), Celso Merola – Ministério da Agricultura, Danielle Sanfins – engenheira Agrônoma/ UFRRJ e mestra em Agricultura Orgânica pelo Programa de pós-graduação em Agricultura Orgânica/UFRRJ (PPGAO) e Angeli Nascimento (da Angeli Temperos) – representante das mulheres produtoras rurais;

19h – Gastronomia de Paraty

Buscando novos temperos para nos proteger deste visitante e da crise econômica, esta mesa será mediada por Gilberto Mascarenhas – membro da Rede SIAL Brasil e promotor internacional da Gastronomia Sustentável de Paraty, e terá a participação especial de Jorge Ferreira – naturalista agroflorestal, Cida Cajuru – produtora rural GS, Lu Delgado e Georgia Joufflineau – representantes do Polo Gastronômico e Paraty CVB e organizadoras do Festival Gastronômico de Paraty;

20h – Leitura da peça teatral “Entre a missa e o almoço”, de Arthur Azevedo, pelo grupo Teatro de Roda

Leitura encenada on-line do espetáculo teatral composto pela peça “Entre a missa e o almoço” que faz parte das combinações do repertório de comédias de costumes de Arthur Azevedo (Projeto CLÁSSICOS DO TEATRO).

Direção: Maria Rita Rezende e Luciana Albertin; Duração: 25min; Classificação: Livre; Elenco: Lenilson de Mello, Carol Martins, Fernanda Cerdeira, Maria Teresa Monteiro, Fábio de Lima, Anísio Brahim;

21h – Marcelo Ganem e Casa de Cultura Jonas & Pilar

O resgate da autoestima local e a valorização da cultura motivaram o músico, cantor e compositor, Marcelo Sanjuan Ganem, apaixonado pela preservação do meio ambiente, a sonhar, junto com sua família e amigos próximos, com uma cidade que se orgulhasse de sua gente. Assim surgiu a ideia de transformar a sua residência de infância em um centro de cultura, fazendo germinar a Casa de Cultura Jonas & Pilar.

Mesa: Marcelo Ganem – (cantor/compositor), Gideon Rosa – Jornalista, ator (diretor Artístico), Rafael Guirra – Bacharel em Direito/UESC (diretor Presidente), Laura Ganem – Contadora, Especialista em Gestão Pública (Coordenadora), Anderson Guimarães ator, diretor e produtor de teatro, Licenciado em Letras, Bacharel em Direito (diretor de Teatro), Cristiane Santana – Especialista em Gestão Cultural (produtora Executiva), Lucas Rosário – estudante de Artes/ UFSB (monitor do Cineclube);

22h – Poematrix 7.0 – Tavinho Paes

 Na maior informalidade digital, Tavinho Paes vem, com seus ilustres convidados, provocar momentos poéticos, reflexivos, intensos e contagiantes, numa verdadeira roda online entre amigos, acendendo a pira virtual das noites off PoeMatrix (no aconchego do La Luna nas areias do Jabaquara – Paraty), degustando poesia da boa e lendo saborosos pratos do exdrúxulo diverso pensamento.

01/08 (Sábado)

10h – Expansão da Consciência

Tocando de forma suave as “ Barras de Access” em  nossas cabeças para  desbloquear a energia estagnada de pensamentos negativos desta era de Covid-19, PAPOULA Ana Paula Siqueira e Leila Müller abrem  as portas do Canal Laboratório Quântico (Youtube) e nos apresentam as práticas para expansão da consciência nesta caminhada pelas teias digitais deste momento  OFFflip Transviral – Cultura e Biodiversidade. 

11h – Território Caiçara, nosso Patrimônio Mundial

A comunidade de São Gonçalo, de Paraty, remanejada violentamente da sua  área original, que ficava na praia São Gonçalinho para uma área mais interior pela então fazenda da White Martins, atualmente luta pela sua permanência e sobrevivência  como comunidade caiçara, através do projeto de Turismo de Base Comunitária – Vivência São Gonçalo.

Dando foz à comunidade de São Gonçalo, esta mesa da Off Flip Transviral – Cultura e Biodiversidade será composta por Vagno Martins – liderança Caiçara, membro do Fórum de Comunidades Tradicionais, articulador do Projeto de Turismo de Base Comunitária  – Vívência  São Gonçalo,  ex- presidente do Comamp (Conselho Municipal de Associações de Moradores de Paraty) e, como convidada  especial, a jovem  Ísis Ayres da Cruz – membro do Núcleo Jovem do Fórum de Comunidades Tradicionais (Paraty-Angra-Ubatuba) e Guia Local com o Coletivo de Turismo de Base Comunitária.

16h – Contação de História (Infanto juvenil) – Princesa Obá – Adriana Rolim

Obá é considerada um rio de águas revoltas, líder da sociedade de elekô na qual cultua o poder feminino, de pouca vaidade e de muita bravura.

Nesta performance a jornalista, escritora e atriz Adriana Rolin fará uma contação da história do seu livro PRINCESA OBÁ, essa guerreira, corajosa, que traz consigo uma importante representatividade das lutas femininas: Seu maior prazer é lutar. Um arquétipo de grande relevância sócio-político-cultural, porém pouco disseminada.

16h30 – Contação de História (Infanto juvenil) – Verônica Marcílio

 Apresentar o lúdico para o dia a dia das crianças das comunidades e periferias de várias cidades brasileiras, incentivando-as ao mergulho no mundo da leitura, brindando-as com cultura e educação. É o propósito de Verônica Marcílio, formada em Letras pela UFF (Universidade Federal Fluminense), criadora do projeto OCUPACONTAÇÃO, com o qual democratiza a leitura nas favelas, periferias e escolas públicas a um público de todas idades, levando a Contação de Histórias sempre de forma gratuita a um público de todas as idades.

18h – Flitoral – Jornalismo Proativo Multicultural e Socioambiental

Influenciado pelas vivências culturais e jornalísticas na Casa do Estudante Universitário do Rio de Janeiro, entre as décadas de 1970 e 1980 e, posteriormente, pela ECO 92, conforme relato dos seus editores, no livro ‘A Universalidade da CEU – Histórias da Casa do Estudante Universitário’, este veículo de comunicação social , foi fundado em 1995, inaugurando o seu inovador estilo de jornalismo proativo, multicultural e socioambiental.

No contexto da OFFflip Transviral, buscando a superação desta crise socioambiental, econômica e política da era pós COVID-19, o Folha do Litoral Costa Verde apresenta sua nova marca minimalista e missão através da campanha: Flitoral – “ComunicarAções para a vida”.

Mediada pela jornalista e escritora Juçara Braga, a mesa será composta pelo conselho editorial do Folha do Litoral – Flitoral: Domingos M. Oliveira – Eng. Operacional e Cinegrafista; Carlos Dei Ribas – jornalista, ator; João Bosco Gomes – jornalista.

19h – Peça Teatral: “Entre Nós” (em streaming)

 Entre Nós é um espetáculo que está sendo produzido durante essa quarentena no local de isolamento de três atrizes. O espetáculo é todo pensado especialmente para ser veiculado em streaming.

A trama aborda um misterioso confinamento feminino, que aos poucos vai revelando marcas psicológicas profundas causadas pela violência que o sistema capitalista cristão deixa nas pessoas, nesse caso, em especial nas mulheres.

A ideia do espetáculo surgiu a partir de uma performance que as três atrizes Karina Diniz, Roberta Mancuso e Zylus Hirpo realizaram (e apresentarão), em parceria com Maria Rita Rezende, em resposta ao Ministro da Saúde de Israel, Yaakov Litzman e ao Pastor de uma igreja em Cleveland, nos Estados Unidos, pelas declarações homofóbicas e machistas de que o coronavírus seria um castigo de Deus pela homossexualidade e pelo aborto;

20h – A Universalidade da CEU

Esta roda de conversa terá a participação especial do poeta, escritor e jornalista José Salgado Maranhão, do jornalista e escritor Jason Tércio e do jornalista Luiz Fernando Santos, com mediação da jornalista Mari-Jô Zilveti, na qual falarão das suas respectivas obras e carreiras e da sua vivência e experiência no universo da Casa do Estudante Universitário – CEU (RJ), entre os anos 1970 e meados dos anos 1980, relatado no livro “A Universalidade da CEU – Histórias da Casa do Estudante Universitário”, de autoria de João Bosco Gomes, Carlos Dei Ribas e Domingos Moura Oliveira.

21h – Sarau Transviral (Microfone aberto)

 Tateando as pontas do fio da “Ariadne digital” desse respiro poético em meio ao isolamento social, em busca de superação dessa crise do Covid-19, poesia, música, performance, improvisos, entre outras linguagens mesclarão o Sarau Transviral, somando-se a isto músicos convidados com produção autoral, encerrando a 16ª OffFlip Transviral, com participações pra lá de especiais: Prof. Doc. Blues, Edmilson Santini, Domingos Oliveira, Severino Honorato, Luciano Ciranda e Chico Livino.

O Sarau Transviral terá microfone aberto.

 

 
EXPEDIENTE:
Publicação Editoração e Comunicação – CNPJ 13701141/0001- 83;
Inscrição Municipal – 43168;
Jornalista Responsável – Carlos Dei S. Ribas – MTb/RJ 15.173;
Conselho Editorial – João Bosco Gomes, Carlos Dei S. Ribas, Domingos M. Oliveira;
Telefone – (24) 3371-9082 – WhatsApp (24) 99972-1228; Email: flitoral@paraty.com
** As opiniões nos artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não
expressam necessariamente a opinião do jornal.

Folha do Litoral Costa Verde