Ações da Secretaria de Agricultura do estado do Rio de Janeiro

RJ atinge a meta de vacinação contra a Febre Aftosa – Mais uma etapa vencida! Estamos avançando rumo à retirada da vacinação contra a Febre Aftosa no estado do RJ, este é o nosso objetivo – destacou o secretário de Estado de Agricultura/RJ, Marcelo Queiroz, ao comentar o índice de 92,30% de animais, 2,4 milhões de bovinos e bubalinos vacinados contra a doença na primeira etapa da campanha de vacinação contra a Febre Aftosa, realizada no mês de maio deste ano, ultrapassando a meta estabelecida pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Queiroz ressaltou a “valiosa parceria” dos produtores rurais, secretarias municipais de agricultura, sindicatos rurais, empresas vinculadas e servidores da Defesa Agropecuária, nesta campanha.
Para o superintendente de Defesa Agropecuária, Paulo Henrique Moraes, este índice vacinal alcançado no estado, é fundamental para manter o status de área livre com vacinação, um dos fatores exigidos para avançar para a área livre de Febre Aftosa sem vacinação. Nesta primeira etapa da campanha, diversos municípios fluminenses superaram a marca de 95% do rebanho vacinado e a cobertura vacinal atingiu grande parte das propriedades no estado. A aplicação da vacina e a comprovação junto à defesa agropecuária são obrigatórias. O pecuarista que ainda não conseguiu comprovar a vacinação deverá enviar a declaração, mesmo após o encerramento da etapa, mas estará passível de penalização. Dúvidas podem ser sanadas das através do Núcleo de Defesa Agropecuária de cada região, por meio do link: https://bit.ly/2FUeQqT

28 de julho, Dia do Agricultor: profissional indispensável ganha lei que isenta ICMS no fornecimento de energia elétrica em propriedades rurais.

O mercado agropecuário fluminense se destaca como forte gerador de emprego e renda, engrenagem fundamental no fortalecimento e movimentação da economia através da dedicação de cada agricultor com sua produção, essencial para o abastecimento do estado do Rio de Janeiro. São mais de 160 mil trabalhadores rurais na produção agrícola para 190 mil hectares em terras cultivadas/RJ (Censo Agropecuário do IBGE de 2017), com base na agricultura familiar. Com a lei de isenção do ICMS no fornecimento de energia elétrica, Lei nº 9.360/2021, sancionada pelo governador, o estado do Rio de Janeiro poderá beneficiar pelo menos 30 mil propriedades rurais nos próximos anos, isenção condicionada à comprovação anual da exploração da atividade agrícola ou pecuária e de alguns documentos.

  • O setor agropecuário representa grande parte da economia do estado. A Secretaria de Agricultura, parabeniza o trabalhador rural que, dia após dia, dá o seu suor na lavoura para trazer um alimento de qualidade. O agro conquistou grandes vitórias: batemos a meta na vacinação da febre aftosa, inauguramos o Espaço do Agricultor em Miguel Pereira que será replicado em todos os municípios, e a mais recente conquista a isenção de ICMS sobre energia elétrica nas propriedades rurais do estado. A Secretaria sempre disponibilizará incentivos ao agricultor através do Agrofundo, para auxiliar na produção e aquisição de equipamentos – ressaltou Marcelo Queiroz, secretário de Agricultura.

Agricultor Washington Sato de Guapimirim, contorna as dificuldades desse período de pandemia – Sou produtor de milho, aipim, quiabo, feijão e meu carro chefe é a goiaba. Possuo uma pequena agroindústria produtora de goiabada. Nossa produção anual é cerca de 100 ton da fruta. Na pandemia foi um pouco complicado, porém a comercialização foi mantida, seguindo com as precauções e protocolos. Com o apoio da Emater-Rio, através do Agrofundo, utilizamos a linha de crédito, Prosperar, que nos ajudou na aquisição de máquinas e equipamentos para a fábrica, para atender a demanda – explicou Sato.


Protagonismo feminino – Trabalhamos com a produção de flores com destaque para girassóis que na minha família vem de geração em geração. Começou com meus avós, depois com meus pais e hoje assumo essa missão ao lado do meu marido Leandro e do nosso filho, Lucas. Temos muito orgulho do nosso trabalho. Passamos por dificuldades por conta da pandemia, mas nunca desistimos. Com a ajuda da linha de crédito, Florescer, foi possível investir na nossa produção que hoje é de 700 molhos de girassol por semana – destacou a produtora Claudia Carvalho Lage, de Miguel Pereira.
Agrofundo – Programa de fomento agropecuário e tecnológico da Secretaria de Agricultura, operacionalizado pela Emater-Rio, que concede financiamentos a juros baixos a produtores rurais, através de diversas linhas de fomento: Multiplicar, Prosperar, Florescer, Cultivar, Frutificar, Rio Leite, Energia Limpa, Rio Ovinos, Rio Mel e Rio Genética. Para solicitar o empréstimo entre em contato com os escritórios locais da Emater-Rio ou através do e-mail: agrofundo.rio@gmail.com. Veja neste link os endereços dos escritórios locais: https://bit.ly/3gzy2rc

EXPEDIENTE:
Publicação Editoração e Comunicação – CNPJ 13701141/0001- 83; Inscrição Municipal – 43168; Diretor – Domingos M. Oliveira; Jornalista Responsável – Carlos Dei S. Ribas – MTb/RJ 15.173; Conselho Editorial – João Bosco Gomes, Carlos Dei S. Ribas, Juçara Braga, Domingos M. Oliveira; Telefone – (24) 3371-9082 – WhatsApp (24) 99972-1228; Email: flitoral@paraty.com ; Inscreva-se no nosso Canal no Youtube: @Flitoral
** As opiniões nos artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não expressam necessariamente a opinião do jornal.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe um comentário